26 de maio de 2017

Impossível esquecê-las!



Apesar da minha ausência por uns tempos e de não ter vindo aqui partilhar tudo o que sinto pelas crianças que deixei para trás em África, a verdade é que nunca se esquece, nunca as esqueci...
Uma vez em África, para sempre contagiada.
África prende, amarra, com os seus cheiros, sabores, sorrisos e cores.
Tenho muitas saudades de todos os que lá conheci, com quem partilhei o meu dia a dia, das noites quentes sem dormir, dos dias passados na escola a tentar ensinar alguma coisa que pudesse fazer a diferença no futuro das crianças, dos domingos a dançar e a cantar no jemberem.
A vida continua, os dias passam e o que lá vivi já ninguém me tira, mas a verdade é que todos os dias penso em voltar.
Na minha opinião acho importante vivermos por e para uma causa seja ela qual fôr.
Algo que vá para além de nós mesmos, do nosso umbigo, que nos faça sair da nossa zona de conforto e que nos transporte para outras realidades onde possamos ajudar, ser úteis de alguma forma e talvez por uns minutos mudarmos a vida de alguém.
Sei que o que fiz teve esse efeito na vida de algumas das crianças guineenses que conheci mas o que elas não sabem é que o efeito que elas tiveram em mim só pelo facto de as ter conhecido e de ter vivido com elas por uns meses foi poderoso, gigante e mudou a minha forma de estar na vida para sempre.
Impossível esquecê-las!