25 de abril de 2009

Guiné frágil mas fértil







A Guiné-Bissau, apesar de todas as suas fragilidades, tem coisas extremamente deliciosas.
Uma delas é a manga ou mango, como é chamado aqui este fruto.
Já me tinham dito e eu confirmo: as mangas da Guiné são as melhores do Mundo!
Aqui estamos sempre a comê-las e as crianças adoram.
A Madona é uma das meninas mais gulosas aqui de casa, como podem ver nas fotografias.
Deliciem-se!

24 de abril de 2009

Plantar para dar frutos...






Debaixo de um sol abrasador o contentor chegou e foi descarregado com a ajuda de todos!
Aqui ninguém se queixa e todos sorriem.
Aqui a vida é diferente e as prioridades também o são...
Foi um dia de muita alegria onde não faltaram as danças e a música.
Estas crianças cantam e encantam de uma maneira inexplicável.
Neste país as necessidades são muitas e as todos os níveis e é por isso que para nós esta ajuda tratou-se apenas de plantar uma pequena semente, que esperamos que seja regada, para que cresça uma grande árvore.
O nosso sonho é que se transforme numa "árvore" que dê muitos frutos, tal como a que está retratada num dos muros da Casa Emanuel: a "Árvore dos Valores"

21 de abril de 2009

Notícias de Bissau


Já cheguei!
Finalmente consegui ter internet e arranjar um tempinho para vos transmitir tudo o que tenho sentido e para deixar aqui algumas imagens.
Fui muito bem recebida, o que já era de esperar.
Mais uma vez confirmo que África tem uma magia incrível, difícil de explicar...
Estou rendida e apaixonada por todas estas crianças. Tenho aprendido tanto com elas...

A Casa Emanuel é um cantinho cheio de amor, onde todos trabalham muito e se dedicam de corpo e alma a esta instituição. São todos encantadores: Irmã Isabel a quem todos chamam "Mami", Eugénia, Maritza, Ana, Rosi, Carlos, Henrique, etc, etc. Sinto-me em casa.

Mas não há nada como o primeiro "amor" e o meu foi o Ivan. Um menino que chegou aqui ao orfanato quase recém-nascido e que deve ter agora uns três meses. O Ivan é um bebé cheio de vida e muito alegre. Tenho ido dar-lhe o leite todas as manhãs. Ele é uma doçura. Já decidi: vou apadrinhá-lo com 20 € por mês.

Deixo-vos aqui o desafio para fazerem o mesmo, pois existem mais 120 crianças à espera de serem apadrinhadas.

Vou dando notícias!

14 de abril de 2009

Até já...

Depois de alguns meses de dedicação à campanha "Coração na Guiné" vamos finalmente voar rumo ao objectivo principal desta missão: ver as crianças sorrir!
Amanhã por esta hora já estarei a caminho de Bissau. Sei que nos aguarda uma grande surpresa... Os missionários, voluntários e crianças do orfanato Casa Emanuel estarão à nossa espera.
A cada hora e dia que passa sinto-me cada vez mais "rica" e com a certeza de que muito mais do que dar, vou receber!
Para mim será um privilégio poder "viver" e conviver com todas estas crianças durante 2 meses e meio.

12 de abril de 2009

Reportagem: Intercâmbio Escolar

video

Esta é a versão resumida do vídeo que vamos levar para a Guiné para mostrarmos aos alunos da escola comunitária da Casa Emanuel.

Desde o início deste projecto de intercâmbio que as crianças de Reguengos de Monsaraz quiseram participar fazendo-o sempre com grande entusiasmo e dedicação.

Com esta reportagem, vamos poder mostrar através de imagens e palavras a realidade destas crianças: onde vivem, como é o seu dia-a-dia na escola, como é que brincam, onde é que fazem as suas refeições, como são as salas de aulas e que tipo de trabalhos realizam.

11 de abril de 2009

Projecto "Estrelinhas ó-ó"




Hoje resolvi, por vários motivos, voltar a falar neste projecto tão maravilhoso.
Primeiro porque sempre que penso nele me sinto inspirada e com uma grande motivação para seguir em frente nesta missão e segundo porque sei que a boa vontade, dedicação total e o amor e carinho de todas as pessoas que estiveram envolvidas nele não chegam...
Deixo-vos um texto da minha amiga Clara, uma das mentoras deste trabalho.
"Este projecto continua porque ainda não angariamos todo o dinheiro necessário para o pagar. O Projecto da Estrelinha ó-ó e da bolsinha custou 2,653.74€. Angariamos 1,986.55€... faltam 667.19€. As 500 bolsas e 500 estrelinhas custaram 2.500€ com materiais diversos e manufactura da Artiss@l, uma ONG em Quinhamel, na Guiné, que faz tecelagem e a vende através do comércio justo. Tudo o que nós angariamos até aqui já lhes foi entregue. A restante despesa são os guizinhos, linhas e despesas com transferências e câmbios. Se souberem de alguém que queira contribuir aqui vão todas as informações: Clara Maria Sousa Vicente Hugman - Banco BPI nº da conta 0-4253738/000/001, Nib:0010 0000 4253738000187. Para transferências internacionais Iban: pt 50 001 000004253738000187, código SWIFT/BIC: BBPIPTPL. O dinheiro que tivermos a mais, vamos entregar ao Hospital de Comura para contribuirmos para as despesas do controle médico e nutrição destes bebés e mães na sua maioria seropositivas. Eu resolvi abrir uma conta só para este projecto para assim tudo ficar mais claro. Teve de ser em meu nome porque o nome do projecto não está registado."

Todas as ajudas serão muito bem vindas!

10 de abril de 2009

Mobiliza-te!


Sabiam que...
800 milhões de pessoas não têm acesso a comida suficiente para se alimentarem?
1.100 milhões de pessoas sobrevivem com menos de 1 dólar por dia?
1.200 milhões de pessoas não tem acesso à água potável?
10 milhões de crianças não sobrevivem até aos 5 anos por causas que podem ser evitadas?
50 milhões de pessoas em todo o mundo são afectadas com o VIH-SIDA?
10% da população mundial desfruta de 70% das riquezas do planeta...
Não será motivo para parar e pensar como podemos agir?
Desconhecimento não é desculpa.
Não fiquem indiferentes.
Mobilizem-se!

6 de abril de 2009

As "Estrelinhas ó-ó" do Hospital de Comura


Para além das mães e dos bebés da zona de Comura, na Guiné-Bissau, devo ser uma das poucas pessoas que tem uma estrela e uma bolsinha como as que podem ver nas fotografias.

Obrigada Clara por esta prenda tão especial que vou guardar com muito carinho!

Estas foram as prendas oferecidas no natal passado, a cerca de 500 mães e aos seus bebés em situação de risco, durante as consultas especiais realizadas no Hospital Católico de Comura.

Uma ideia muito singular e um acto de amor da Irmã Valéria, uma enfermeira italiana que está há mais de 20 anos em Bissau, em conjunto com a Clara.

2 de abril de 2009

As cores quentes de África

Gostei deste quadro desde o primeiro dia em que foi pendurado na parede lá de casa.
Fez-me sorrir.
Levou-me a viajar muitas vezes, em pensamento, por terras africanas.
As cores quentes e a alusão à música estão muito presentes na tela e na minha memória.
Estou quase de partida para a Guiné-Bissau.
África tem um "quê" de magia difícil de explicar por palavras...
Mas acho que dá para "roubar" umas a Fernando Pessoa: "Primeiro estranha-se, depois entranha-se".
Sempre me intrigou qual teria sido o percurso deste artista moçambicano após ter sido "descoberto" e ter vindo parar ao Porto.

Aqui está:
http://candja.blogspot.com/